O que é a asma?

box01

A Asma é uma doença inflamatória crônica que atinge o pulmão, especificamente os brônquios, que são as estruturas por onde passa o ar.

 

Esse processo inflamatório crônico causa episódios recorrentes de chiado no peito, falta de ar, tosse, sensação de aperto no peito, e que pode piorar particularmente à noite ou no início da manhã. Pode ainda ocasionar tosse e falta de ar ao praticar atividades físicas.

Esses episódios são uma consequência da obstrução ao fluxo aéreo dentro dos brônquios, pode ser de intensidade variável e é reversível espontaneamente ou com tratamento adequado.

 

A asma é uma condição crônica muito comum, sendo que atualmente mais de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo são afetadas e entre elas, crianças e adultos. No Brasil o número de asmáticos gira em torno de 20 milhões e devido a isso a Asma é considerada como um verdadeiro problema de saúde pública.

Como saber se você tem asma

box02

Como mencionado anteriormente, a asma desencadeia alguns sintomas que são comuns a todos os que apresentam essa doença que são: a tosse, chiado no peito, sensação de aperto no peito, falta de ar e piora dela quando em atividade física e no caso de crianças quando brincando e correndo. Os sintomas apresentam intensidade variável e algumas pessoas podem apresentar um quadro mais grave com uma respiração mais rápida e difícil, dificuldade de falar, andar ou até mesmo de se alimentar levando a quadros extremos de perda de consciência.

 

A suspeita clínica e finalmente o diagnóstico de asma sempre é realizado por médico que verificará os sintomas e sinais no paciente, e complementará a avaliação com exames específicos. A investigação e o tratamento do chiado e da tosse recorrentes exigem uma avaliação cuidadosa dos sintomas, da sua evolução, dos antecedentes pessoais, da história familiar e dos achados físicos.

 

Sendo assim, caso o paciente tenha qualquer um dos sintomas relacionados acima é importante uma avaliação adequada para que o tratamento seja iniciado o mais breve possível.

box03

O que provoca a asma?

A asma é uma doença de caráter hereditário e geralmente de origem alérgica, por isso pode ser desencadeada por substâncias a que o paciente apresenta alergia e que são denominados de alérgenos como: ácaros, mofo, pele e pelos de animais, alimentos, corantes, conservantes, medicamentos como a aspirina, tabaco, pólem, gramíneas, poluição ambiental (queima de combustível) entre outros.

box04

Veja os gatilhos mais comuns

– Alérgicos como pó, ácaros, fungos, pólens, pelos e saliva de animais;

– Irritantes como fumaça, em geral, e, principalmente, de cigarro, poluição do ar, aerossóis;

– Medicamentos como aspirina, anti-inflamatório não-hormonal e beta-bloqueadores;

– Variação climática como exposição ao frio;

– Infecção respiratória viral;

– Alterações emocionais;

– Exercícios físicos.

Dicas de prevenção

box05

Viver com uma doença como a asma requer algumas adaptações para que a pessoa possa manter a qualidade de vida e evitar as limitações causadas pelos sintomas. Algumas medidas simples, mas importantes, podem ajudar muito.

 

– Casa bem ventilada e fácil de limpar;

– Limpeza diária com pano úmido e aspirador, de preferência que tenha o Filtro HEPA;

– Não usar vassouras, pois apenas espalham a poeira fina;

– Evitar tapetes, carpetes, cortinas, almofadas, estantes com livros;

– Colchões e travesseiros forrados com material impermeável, lavado periodicamente;

– Evitar fumaça de cigarro dentro de casa;

– Animais fora de casa ou, no mínimo, fora dos quartos de dormir;

– Uso de desinfetantes que reduzem a proliferação de ácaros;

– Evitar o surgimentos de baratas, pois estão relacionadas à alergia

Tratamento

box06

Embora não exista cura para a Asma, há tratamentos efetivos que controlam a doença e possibilitam ao paciente asmático levar uma vida perfeitamente normal.

 

O objetivo primordial do tratamento é atingir e manter o controle dos sintomas. Os outros objetivos são manter as atividades da vida diária
normais, incluindo atividades físicas, manter a função pulmonar normal
ou o mais próximo possível da normalidade e prevenir a piora do quadro
com a ocorrência de crises.

 

Para isso o manejo adequado baseado na parceria médico-paciente pode resultar em controle da doença, o uso adequado de medicamentos voltados para o controle do quadro e a diminuição do número de crises é crucial para manter o paciente dentro de suas atividades diárias e normais. Outro ponto importante é o controle dos fatores de riscos e desencadeadores de crises
que geralmente estão presentes em nosso meio ambiente.

 

Em resumo : O mais importante é entender que a asma se manifesta
de diferentes formas em diferentes pessoas e devido a isso o tratamento
deve ser claro, objetivo e individualizado , envolvendo não apenas o paciente, mas também seus familiares. Além disso, todos os envolvidos devem aprender a identificar os fatores agravantes e gatilhos para a asma especialmente dentro do ambiente domiciliar e de trabalho.
Converse com seu médico, esclareça suas dúvidas, conheça a Asma, seus sintomas e utilize a medicação correta pelo tempo que ela fora prescrita.

box07

Medicamento gratuito

Os pacientes asmáticos hoje no Brasil têm a possibilidade de realizar tratamento medicamentoso gratuito com o programa denominado
“Saúde Não Tem Preço”.
Esse programa tem o objetivo de disponibilizar
medicamentos indicados para o tratamento da asma nas farmácias
e drogarias credenciadas no Programa “Aqui Tem Farmácia Popular”.
 
Clique aqui para saber mais e converse com seu médico sobre essa opção.

box08

Referências

Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia

Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia do Rio de Janeiro

Associação Brasileira de Asmáticos

Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio Grande do Sul

Gina Brasil